ARTIGO: Segurança nos condomínios

Joniel Melo

Não há dúvidas de que esse é um dos assuntos mais importantes quando se diz respeito à vida do condomínio, onde deve haver a colaboração do conjunto como todo, seja do Síndico, condôminos, porteiros e das empresas contratadas pelo condomínio para esse fim

Imagem relacionada
Dados da Secretaria de Segurança Pública do Distrito Federal apontam que, entre janeiro de 2016 a março de 2017, houve um crescimento de 50.5%, em relação aos anos anteriores. Tais problemas tem se agravado não só em capitais como Brasília, mas se entendendo em outras regiões do país como, São Paulo e Rio de Janeiro. Com isso, torna-se mais do que necessária, a atenção redobrada a qualquer tipo de ação estranha a vida do condomínio. 

Como citado anteriormente, a responsabilidade da segurança do condomínio é de todos aqueles que compõem a sua vida diária. O síndico deve diariamente conversar com seus porteiros, pois são eles os olhos da segurança e do controle, ninguém mais adequado para ser ouvido no tocante a esse assunto, e a partir disso estudar mecanismos que se adequam a seu condomínio. Cobrar das empresas terceirizadas uma reciclagem para seus funcionários é também de fundamental importância, uma vez que criminosos adequam seus modus operandi a partir do comportamento e rotina diária dos seus alvos. Quanto aos condôminos, os principais interessados, e que por vezes os menos atentos, a dica é buscar a conscientização diária, por meio de avisos nos elevadores, cartazes com procedimentos de segurança e a compreensão de que os filtros de segurança dos seus visitantes feitos na portaria são necessários, uma vez que infelizmente, por atitudes e hábitos dos próprios moradores, incidentes acontecem.

Por fim, vale ressaltar algumas dicas de especialistas, aos porteiros e moradores, para os momentos em que os casos mais comuns ocorrem e as atitudes que devem ser tomadas.
MORADORES
Momento
O que não fazer
O que deve ser feito
Festas
Autorizar a entrada de todos que chegarem à portaria
Confeccione uma lista com o nome e sobrenome de todos os convidados e deixe na portaria.
Mudanças
Não informar o condomínio o dia e horário
Avise a administração os dias, horários e a empresa que realizará a mudança, bem como informar o condomínio de destino as mesmas informações.
Contratação de empregados domésticos
Não verificar a documentação do mesmo. Autorizar que o empregado leve pessoas entranhas sem sua autorização
Sempre verifique a documentação e cheque os antecedentes criminais antes de contratá-lo.
Funcionários temporários
Permitir que tenham acesso a dados pessoais e informações da família
Evite comentar sua situação financeira. Não fale sobre valores gastos em viagens, compras, passeios, serviços e etc.


PORTEIROS
Momento
O que não fazer
O que deve ser feito
Festas
Liberação da entrada de convidados sem verificar dados na lista
Verificar os dados na lista de convidados e quando não houver contatar o morador, para que identifique seu convidado, autorizando sua entrada. Na dúvida ou falta de contato com o morador, mantenha o convidado aguardando a liberação.
Mudanças
Permitir a entrada de mudanças, ainda que não avisadas, mantendo o portão de aberto durante todo o processo.
Só autorizar o início da descarga e abertura do portão de acesso quando for avisado com antecedência ou com a presença do morador. Fique sempre atento a qualquer comportamento estranho que atente contra a segurança.
Entrada de funcionários e prestadores de serviço
Liberação da entrada fora do seu horário de trabalho
Casos como esse, devem ser informados ao morador sobre a presença do funcionário para autorizar a entrada do mesmo.
Visitantes
Permitir a entrada de visitante sem identificação e autorização do morador
Solicite a documentação pessoal, registre o apartamento e quando houver dúvidas, informe o morador da entrada do visitante.


Medidas como essas, podem ajudar a evitar grande parte dos incidentes que vem ocorrendo com constância nos condomínios. Não espere acontecer para tomar uma atitude, hoje foi o condomínio do lado, amanhã pode ser o seu. Segurança nunca é de mais. Previna-se, cobre, e o mais importante, faça a sua parte.

*Joniel Melo é Sindico Profissional pela ABRASSP.
Compartilhar

Por: Paulo Melo

0 comentários:

Postar um comentário

ABRASSP - Associação Brasileira de Síndicos e Síndicos Profissionais