Pausa relax sem sair do condomínio

Saiba como deve funcionar e quais são os benefícios de contar com uma sauna integrando a área de lazer

Resultado de imagem para Pausa relax sem sair do condomínio
Quando procura por um novo apartamento, o interessado geralmente quer saber – além da metragem individual e da quantidade de vagas na garagem –, se o condomínio tem piscina, academia e quadra.

Na maioria dos casos, quando a área de lazer é completa, a sauna também está no pacote. Mas o que ela proporciona? O que um condomínio deve considerar ao investir em uma sauna para uso dos moradores?

O primeiro passo para a instalação de uma sauna é a delimitação do espaço. Não existe uma metragem mínima, entretanto, a mais comum é de 1,50 m x 2 m, que acomoda quatro pessoas. Já um espaço 3 m x 4 m acomoda 15 pessoas. Se for preciso, pode-se ter medidas ainda maiores.

“O espaço recebe isolamento térmico com lã de vidro entre os sarrafos fixados na parede e o revestimento, que é a madeira no caso da sauna seca”, explica Caue Perregil Abrantes, diretor-comercial da Tecnosaunas. No caso de sauna úmida, o revestimento recebido é cerâmico.

Feito isso, deve-se reservar o local para o forno, onde não se utiliza madeira, e, sim, placas refratárias, além de ser colocada uma grade de proteção ao redor. “É fundamental a construção de respiro para oxigenação do ambiente, ventilação do forno e distribuição do calor de maneira correta”, adverte Abrantes.

Também são feitas arquibancadas de acordo com o projeto para que o banhista possa relaxar. A iluminação do ambiente é sempre indireta e a porta abre para fora do recinto, recebendo um visor transparente para garantir segurança.

Cuidados com higiene – Para manter o local sempre limpo, a higienização deve ser feita apenas com pano úmido e não há prazo para troca da resistência do forno, a manutenção mais comum, que é realizada de acordo com o uso do equipamento.

É possível, ainda, instalar a sauna em um condomínio já pronto e que não tenha este item de lazer. “Basta procurar uma empresa especializada para avaliação do espaço e garantia de que tudo será feito de manera correta”, afirma Abrantes.

Os valores variam de acordo com o tamanho do espaço e a potência do forno, mas geralmente começam em R$ 3 mil.

Uso e benefícios – A sauna mais comum, a seca, é um ambiente com ausência de vapor e exposição do corpo a uma temperatura mais alta. Além de relaxante, apresenta efeitos estimulante, calmante, desintoxicante e vasodilatador.

“Além de trazer uma extraordinária sensação de relaxamento, a sauna tem vários benefícios físicos e mentais. O uso constante faz com que melhore o sistema respiratório e a circulação sanguínea, fazendo com que se tenha mais saúde”, opina Abrantes.

Para utilizar é preciso que o morador tome uma ducha quente antes de entrar e se seque muito bem. Munido de toalha, deve sentar na primeira plataforma e depois subir gradualmente. Depois da sauna, é recomendável que tome uma ducha fria para que, com o choque térmico, os poros se fechem. As células mortas da pele podem ser retiradas com uma toalha especial ou bucha. E também são indicadas massagem, hidromassagem e a ingestão de líquidos.

Bruna Rossi, moradora de um condomínio com sauna em São Paulo, diz que não é algo considerado essencial, mas que garante aquele um algo a mais no lazer. “Moro há quatro meses neste prédio e só utilizei uma vez, mas minha intenção é usufruir, pelo menos, uma vez por semana.”

No prédio de Bruna, a chave fica com o zelador, que liga a sauna e dá as instruções de uso. “Ele disse, entre outras coisas, para não ficar nu (risos), não sentar em cima de uma toalha, não usar se for hipertenso ou estiver grávida, etc”, lembra.

De acordo com Bruna, no caso dela não foi preciso levar exame médico, mas o recomendável é que pessoas com problemas cardíacos ou relacionados à pressão consultem o médico para que ele oriente sobre os limites no uso. Também é preciso orientação médica no caso de crianças com menos de 8 anos e idosos.

É preciso lembrar que o tempo de permanência não deve ultrapassar 30 minutos e não se deve entrar com o estômago cheio. É recomendável esperar duas horas após a última refeição.
Tome nota
A sauna seca é revestida de madeira e é mais recomendada para os dias frios. A temperatura varia entre 60°C a 80°C e tem sistema de ventilação.
A sauna úmida, ou a vapor, usa um gerador de vapor, que pode ser elétrico, a gás ou a lenha, com temperatura entre 40°C e 45°C. É indicada para locais mais quentes.
O espaço delimitado recebe isolamento térmico e revestimento. A potência do forno varia de acordo com o espaço e a quantidade de pessoas que o local pode receber por sessão.
Além de ajudar a relaxar, a sauna pode ajudar na prevenção de celulite por auxiliar na eliminação de toxinas e retenção de líquido.
Não é preciso levar exame médico, salvo se o morador tiver algum problema cardíaco ou for menor de oito anos.

Fonte: iCondominial
Compartilhar

Por: Paulo Melo

0 comentários:

Postar um comentário

ABRASSP - Associação Brasileira de Síndicos e Síndicos Profissionais