Projetos sociais com foco em segurança pública serão certificados

O período de inscrição para o processo seletivo vai até 29 de junho, pela internet. Iniciativas reconhecidas serão mapeadas e divulgadas pelo governo de Brasília

Resultado de imagem para segurança PUBLICA
Responsáveis por projetos sociais de combate à violência e promoção da cidadania no Distrito Federal interessados em obter certificação da Secretaria da Segurança Pública e da Paz Social têm até 29 de junho para se inscrever no processo seletivo.

O formulário está disponível na internet. Os projetos podem ser individuais, coletivos ou desenvolvidos por instituições.

O objetivo é valorizar práticas de cidadania com foco na prevenção da criminalidade, inclusão social e implementação da cultura de paz. As ações selecionadas serão mapeadas e divulgadas pelo governo de Brasília.

Os projetos inscritos serão avaliados e considerados aptos caso atendam critérios como funcionar há pelo menos um ano e se enquadrar em uma das seguintes áreas:
Promoção da inclusão social dos egressos do sistema penitenciário
Redução de vulnerabilidades da população LGBT, negros, idosos, crianças e adolescentes
Redução de danos resultantes do uso de drogas
Combate à violência contra as mulheres
Prevenção de acidentes
Promoção do uso do espaço público

De acordo com o subsecretário de Gestão da Informação da Secretaria da Segurança Pública, Marcelo Durante, a certificação facilitará a captação de recursos financeiros pelos projetos sociais junto ao governo.

“Vamos elaborar um mapa de práticas desenvolvidas pela população. Isso é um reconhecimento público do que a sociedade está fazendo. A partir do momento em que se comprova a eficiência dos projetos, ele passa a ter mais credibilidade”, explica o subsecretário.

Os interessados deverão comprovar as informações prestadas no ato de inscrição por meio de fotografias e documentos. Elas serão avaliadas por um comitê composto por oito representantes da secretaria, forças de segurança e conselhos de segurança (Consegs).
Compartilhar

Por: Paulo Melo

0 comentários:

Postar um comentário

ABRASSP - Associação Brasileira de Síndicos e Síndicos Profissionais