Águas Claras recebe encontro para debater coleta seletiva

Reunião será em 16 de outubro, das 17h às 20h, no Centro de Referência em Educação Ambiental, dentro do Parque Ecológico da cidade

Na terça-feira, 16 de outubro, o Ministério Público do Distrito Federal e Territórios (MPDFT) realiza mais um encontro para debater a coleta seletiva de lixo. Desta vez, a cidade de Águas Claras terá a oportunidade de rever os seus hábitos para contribuir com a reciclagem no DF. Essa é a segunda reunião de uma série prevista para todo o DF. O primeiro encontro foi com a população do Sudoeste e da Octogonal.

O evento tem como objetivo conscientizar prefeituras e síndicos de prédios e condomínios, além de escolas, sobre o problema do baixo percentual da coleta seletiva de resíduos sólidos no DF. A iniciativa do MPDFT conta com o apoio do Serviço de Limpeza Urbana (SLU) e da Agência de Fiscalização do Distrito Federal (Agefis).

“O Ministério Público quer estabelecer parcerias para ajudar nessa transformação. Condomínios, escolas, todos podem ajudar”, afirmoua promotora de Justiça Luciana Medeiros, titular da Promotoria de Justiça de Defesa do Meio Ambiente e Patrimônio Cultural (Prodema).

Dados
O Distrito Federal é o maior produtor de lixo por habitante do país, de acordo com Panorama dos Resíduos Sólidos no Brasil 2016. São cerca de 4,5 mil toneladas de lixo por dia – uma média de um 1,5 quilo por pessoa, na frente de São Paulo (1,3 kg) e do Rio de Janeiro (1,2 kg). Pelo menos, 35% desse total é de material reciclável, mas apenas 3,5% volta para o ciclo produtivo. Produzimos muito lixo e reciclamos pouco.

Serviço: Encontro sobre coleta seletiva

Data: 16/10

Horário: 17h às 20h

Local: Centro de Referência em Educação Ambiental – Parque Ecológico de Águas Claras (atrás da residência oficial do governador, próximo ao Lago dos Patos).
Compartilhar

Por: Paulo Melo

0 comentários:

Postar um comentário

ABRASSP - Associação Brasileira de Síndicos e Síndicos Profissionais