Aplicativo atualizado facilita a vida dos usuários do DF

Nova versão do app da Secretaria de Economia já está disponível para celulares. Ferramenta aumenta proximidade entre cidadãos e GDF

Vários serviços podem ser acessados por meio do aplicativo, que foi atualizado | Foto: Fabiano Neves / Secretaria de Economia
Uma nova versão do aplicativo da Secretaria de Economia acaba de ser lançada e está disponível para baixar nos celulares. O app Economia DF permite aos contribuintes a consulta de informações sobre impostos, como IPTU e IPVA, com emissão de boletos, além de poder verificar a situação fiscal de empresas do usuário.

Na última atualização, o app ganhou a funcionalidade de consulta e emissão de boletos de parcelamentos ativos que o contribuinte já tiver feito junto à Receita do DF, em seu nome ou no de suas empresas. Além disso, passou a ser possível verificar rapidamente se o CPF foi registrado na nota fiscal. As notas fiscais eletrônicas ficam disponíveis no app logo após o lançamento, por até 90 dias. Os contribuintes premiados no sorteio do Nota Legal recebem notificações avisando do prêmio pelo aplicativo.

“O Governo do Distrito Federal vai estar mais perto do cidadão a cada dia”, ressalta o secretário de Economia, André Clemente. “Investimentos estão programados em tecnologia e inovação, e usar os serviços públicos está ficando ainda mais fácil. É o governo cuidando das pessoas.”

Como acessar

Para ter essa ferramenta no celular, basta acessar a loja de aplicativos no smartphone e procurar “Economia DF”. Depois de baixar, o acesso pode ser feito com os dados registrados no portal Nota Legal ou com um rápido cadastro. Nesse registro, o usuário deve indicar uma palavra-chave, que constará dos e-mails de cobrança ou alertas de vencimento para confirmar a veracidade das mensagens. Todas as mensagens da Secretaria de Economia enviadas para o contribuinte estão disponíveis no aplicativo.

Após o acesso, o contribuinte pode adicionar imóveis ou veículos para acompanhar. O cadastro é feito com o número de inscrição do imóvel, no caso do IPTU, e com a placa e Renavam do veículo, no caso do IPVA. O usuário pode cadastrar até 20 imóveis e veículos para acompanhar pelo app, recurso que permite verificar a contribuição se estiver em seu nome ou de algum familiar.

Outros débitos também podem ser consultados pelo app, como ICMS, ISS, ITBI/ITCD e demais taxas do GDF. Com a última atualização, também ficou possível acessar os débitos em dívida ativa e emitir segunda via do Documento de Arrecadação (DAR). Na seção “Notícias”, por fim, estão disponíveis todas as informações publicadas no site da Secretaria de Economia.
Compartilhar

Por: Paulo Melo

0 comentários:

Postar um comentário

ABRASSP - Associação Brasileira de Síndicos e Síndicos Profissionais