Procuradoria da Mulher combate violência doméstica em meio à quarentena

A Procuradoria Especial da Mulher (PEM) da Câmara Legislativa do Distrito Federal lançou uma campanha de enfrentamento à violência doméstica durante o período de isolamento social decretado pelo governador Ibaneis Rocha no DF

Júlia Lucy destaca que o objetivo da campanha é orientar as pessoas que ao tomarem conhecimento de alguma violência doméstica em seus residenciais, que denunciem os agressores por meio dos canais corretos

 A ação, que está sendo veiculada em elevadores de prédios residenciais, foi realizada em parceria com síndicos, líderes comunitários e uma empresa de mídia para elevadores. Ao todo, a campanha estará presente em mais de 320 telas pelo DF.

O objetivo das peças é evitar o aumento do número de casos de violência doméstica que, segundo levantamentos da ONU Mulheres, aumenta durante períodos de quarentena e informar vítimas e moradores sobre como proceder caso testemunhem situações de violência. "O intuito é orientar as pessoas que tomarem conhecimento de alguma violência doméstica a denunciarem os agressores por meio dos canais corretos. Nesta situação delicada que enfrentamos com o coronavírus, é preciso que todos se empenhem e cuidem um do outro", destacou a deputada e procuradora especial da mulher Júlia Lucy (Novo).

Para receber denúncias de vítimas que, devido à pandemia do COVID-19, não puderam obter atendimento presencial em órgãos públicos ou que neles sofreram tratamento discriminatório ao denunciar, a Procuradoria desenvolveu um canal no WhatsApp. Os interessados em encaminhar denúncias ou condomínios que quiserem participar da divulgação da campanha devem entrar em contato com a coordenação da PEM pelo número 98302-8072. 

Compartilhar

Por: Colibri Comunicação

0 comentários:

Postar um comentário

ABRASSP - Associação Brasileira de Síndicos e Síndicos Profissionais