Santa Catarina: Mês de maio é marcado por onda de invasão a condomínios

Câmeras de videomonitoramento registram as invasões, mas ladrões seguem impunes


Na última semana, o Camboriú News recebeu informações de vítimas de 15 furtos em edifícios residenciais de Balneário Camboriú, onde os ladrões usam métodos diversos para invadir os condomínios, visando principalmente bicicletas.

Confira a sequência:

O edifício Marcus Vinicius, situado na Rua 3144, sofreu três invasões em menos de uma semana. A primeira ocorreu na manhã do dia 02, sábado, às 07h30min. Duas bicicletas foram levadas. Na madrugada do dia 6, quarta-feira, por volta de 01h35min, os ladrões voltaram ao edifício e subtraíram uma máquina de fazer café e uma panela de pressão elétrica que estava dentro dos armários das garagens. Eles retornaram no dia seguinte, mas um deles levou um choque na cerca elétrica e foram embora sem levar nada.

O Edifício Andrelino Werner, último prédio da Rua 620, também sofreu dois furtos no mês de maio. No dia 10 uma bicicleta Brise foi subtraída. Na madrugada do dia 21, por volta das 3h20min, um ladrão entrou pelo portão da garagem e, em 30 segundos, levou duas bicicletas. “É uma sensação de insegurança total. E agora com a pandemia piorou. Meu medo é que começarem a entrar nos apartamentos. É só isso o que está faltando”, relata a síndica, que conta também que já tentou reforçar a segurança dos portões, mas os ladrões sempre dão um jeito de entrar.

No dia 13 de maio, um edifício na Rua 2500, entre Avenida Brasil e 3ª Avenida, foi alvo de um ladrão que pulou o portão, destravou ele por dentro e fugiu com uma bicicleta. Confira o vídeo aqui.

Na madrugada do dia 21, quarta-feira, um marginal burlou o sistema de senha do edifício Palazzo Bianco, na rua 2950, e abriu a porta em 90 segundos. Confira o vídeo aqui.

No dia 23, sábado, aconteceu um furto de bicicleta no Edifício Cidade de Icaraí, na Avenida Osmar de Souza Nunes. Câmeras de segurança mostram dois ladrões dentro da garagem do prédio, quando um deles percebe que está sendo filmado, vai até a câmera e a vira. Logo em seguida a imagem o Hall do prédio mostra os ladrões saindo com uma bicicleta cada, pela porta da frente do lugar. Confira o vídeo aqui.
Reprodução

Dois dias depois, na segunda-feira (25), uma quadrilha invadiu o edifício Nalai, na Rua 1822. Eles levantaram um dos integrantes até um vão em cima da porta de entrada do prédio, para que ele abrisse, por dentro, passagem para os comparsas. Os ladrões acabaram ficando trancados na garagem e com ajuda de um cabo de vassoura, que eles passaram por uma fresta da porta, conseguiram apertar o botão que ficava no outro lado. Segundo informações, furtaram rádio de carro, documentos e bicicletas. Confira o vídeo aqui.

Ainda na noite da segunda-feira (25), para a madrugada da terça-feira (26), dois indivíduos entraram no Condomínio Torres, na Rua 2328 e furtaram duas bicicletas. Um deles pulou por cima do portão da garagem. Primeiro entrou um homem e furtou uma bicicleta às 23h47min. Depois voltou com outro homem à 01h05min e subtraíram outra bicicleta. Confira o vídeo aqui.

No dia 26, terça-feira, sem utilizar chave, tag de aproximação ou senha, um marginal invadiu o Edifício Residencial Querubim, na Rua 3.000. Ele quebrou uma porta de vidro a chutes. Devido ao barulho dos estilhaços, saiu correndo de mãos vazias. O intuito do delinquente possivelmente era furtar bicicletas, como de praxe. O meliante já foi preso três vezes em flagrante e possui 66 boletins de ocorrência. Confira o vídeo aqui.

No dia 27, quarta-feira, às 7h da manhã, o mesmo ladrão do furto anterior forçou a porta da frente de um prédio na Rua 1101, abriu um carro e levou uma bicicleta elétrica. Confira o vídeo aqui.

No dia seguinte (28), mais uma vez um individuo invadiu um prédio pela porta da frente. Desta vez levou uma bicicleta e saiu pela porta da garagem. O caso aconteceu no edifício Ilha de Páscoa, Rua 971. Confira o vídeo aqui.

Ainda na quinta-feira, às 16h30min, um invasor forçou o portão basculante de um prédio na rua 2438 até conseguir abrir. Após entrar na garagem, o delinquente rapidamente retorna com uma bicicleta e foge. Confira o vídeo aqui.

Na manhã da sexta-feira (29), às 07h25min, um marginal entrou com muita facilidade no Edifício Luna Rossa, localizado na Rua 2850. Bastou apenas um pouco de força para violar o imã da porta de entrada. A vitima conta que desceu às 07h35min para pedalar antes de ir trabalhar, mas sua bicicleta não estava mais lá. Se tivesse descido 10 minutos antes, teria se deparado com o ladrão. Confira o vídeo aqui.

Na madrugada de sábado (30), um prédio na Rua 2970, esquina com a Avenida Brasil, foi invadido. Ladrão levou uma bicicleta. “A gente trabalha o mês inteiro para conseguir comprar e um vagabundo vai lá e leva. É desumano isso”, desabafa a vítima.

Número de furtos pode ser maior

O número de furtos em Balneário Camboriú pode ser ainda muito maior do que os 15 listados, visto que os casos divulgados pelo Camboriú News tem sido somente aqueles que nossa equipe toma conhecimento através do contato das vítimas. A Polícia Militar e a Guarda Municipal não tem repassado informações desse tipo de ocorrência para a imprensa. A secretaria de segurança de Balneário Camboriú está realizando uma operação neste final de semana para coibir a onda de roubos e furtos na cidade.

Compartilhar

Por: Paulo Melo

0 comentários:

Postar um comentário

ABRASSP - Associação Brasileira de Síndicos e Síndicos Profissionais