Modelos de avisos

 CRIANÇAS EM FÉRIAS

Senhores moradores,
Com a chegada das férias escolares, vem também o aumento do número de crianças no condomínio.
Apesar do momento ser de lazer para os pequenos, os adultos continuam trabalhando. E para evitar desconforto com os vizinhos, brigas ou até acidentes no condomínio, veja abaixo algumas dicas que preparamos:
1. O ideal é que as crianças tenham sempre a supervisão de um adulto
2. Lembre os pequenos que as regras do condomínio.
3. Que tal se juntar a outros pais do condomínio e organizar brincadeiras coletivas?  Vai servir para integrar ainda mais a convivência!
4. Lembre-se que o zelador do condomínio têm suas atribuições e não peça para eles cuidarem das crianças
6. Não tome as dores do seu filho arrumando briga com vizinhos, por desentendimentos infantis. O melhor é dialogar com seu filho, sempre
7. Os responsáveis pelas crianças também devem cuidar para que elas respeitem as normas internas do local. E ficam sujeitos à multas pelos atos dos pequenos.
 Com alguns cuidados, as férias podem ser um momento de diversão para as crianças.
Com a certeza da compreensão,


xxxxxxxxxxxxxxxx
Síndico


SOBRE A IMPORTÂNCIA DAS REGRAS
Caros Senhores,

Sabemos que não é um exagero dizer que um condomínio é como uma pequena sociedade. Por isso, para que funcione perfeitamente, cabe aos seus moradores assumirem responsabilidades e cumprirem regras de convivência e manutenção da ordem.
 Em tempos onde pequenas confusões viram grandes problemas judiciais, está cada vez mais claro como é importante estar ligado no que a convenção permite ou não no condomínio.
Veja pequenos cuidados e dicas para garantir que tudo sempre corra bem:
 1 – Tenha uma cópia atualizada da convenção do condomínio em casa para consulta. 
2 – Frequente as reuniões de condomínio, afinal, as decisões são tomadas nesses momentos e é lá que sua opinião pode mudar algumas coisas.
 3 – Antes de tomar medidas extremas, consulte as regras e veja se não há como resolver tudo de maneira amigável.
 4 – Muitas vezes, pequenas exceções que podem parecer indefesas geram grandes confusões. Evite-as.
 5 – Preze pelo bom relacionamento com vizinhos e com a administração, procure ficar por dentro de mudanças. Entender como as coisas são feitas é importante para também entender decisões.
 6 – Faça sugestões, participe da vida do condomínio. Parceiros interessados sempre ajudam.
Com a certeza da compreensão,

xxxxxxxxxxxxxxxx
Síndico


SILÊNCIO

Caros moradores,
 Para que a vida em sociedade seja tranquila e harmoniosa, todos os moradores devem fazer sua parte, respeitando seu espaço e o do vizinho.
Receber amigos, conversar e se divertir são hábitos saudáveis que devem ser preservados, porém é importante estarmos atentos para que a nossa diversão não se transforme no incômodo alheio.
 Tome cuidado para que o volume de sua festa, encontro ou jantar não atrapalhe a paz do morador ao seu lado ou acima de você.
Todos nós gostamos de descansar e nos divertir, mas também não queremos ser incomodados pelo barulho alheio.
Respeite a Lei do Silêncio. Evite som alto, conversas empolgadas nas áreas externas ou próximas das janelas e risadas em tom elevado nas áreas comuns no período entre 22h e 8h.
 Caso você se sinta incomodado (ou venha a incomodar alguém), o morador será notificado e poderá receber uma multa. 
Para evitar que situações constrangedoras como essa aconteçam, basta tomar alguns cuidados e respeitar a convenção.
Com a certeza da compreensão,



xxxxxxxxxxxxxxxxxxx
Síndico

CUIDADOS COM O ELEVADOR!
  Caros Senhores,
 A presença dos elevadores é fundamental para que a entrada e saída de todos seja feita de maneira rápida e confortável, mas alguns cuidados não devem ser ignorados, já que garantem a segurança dos usuários.
 Ao condomínio cabe manter o equipamento sempre em ordem, com a manutenção em dia, aos moradores, tomar medidas que podem ser facilmente incorporadas ao dia-a-dia sem qualquer problema.
 Veja dicas importantes para o bom uso, preservação do elevador e para a segurança dos moradores, funcionários e visitantes. Confira:
1.    Não force a porta do elevador para apressar seu fechamento;
2.    Não prenda a porta do elevador com objetos para que fique constantemente aberta;
3.    Se for transportar uma grande quantidade de caixas e objetos, confira antes o limite de peso do elevador. Se necessário faça duas viagens;
4.    Não leve mobília. Para o transporte delas, deve-se usar as escadas
5.    Não fume dentro do elevador;
6.    Em caso de incêndio, não utilize o elevador. É mais seguro sair pelas escadas; 
7.    Caso perceba alguma coisa diferente – se o interfone não estiver funcionando ou se ele começar a parar no andar com um degrau muito alto ou muito baixo, por exemplo – comunique o síndico;
8.    Não deixe crianças brincarem no elevador. Em caso de pane, as coisas ficam mais complicadas com crianças presas, além do risco de acidente ser maior.
Com a certeza da compreensão,


xxxxxxxxxx
Síndico


DICAS DE SEGURNAÇA PORTEIROS E ZELADORES
A maior parte das invasões a condomínios se dá pela portaria de pedestres, por falta de procedimentos corretos de segurança. É preciso muita atenção quanto aos procedimentos abaixo:
Ao atender visitantes, o porta somente pode ser aberto após:
ü  Avisar o morador e obter sua autorização;
ü  Na dúvida, solicitar ao morador para vir identificar tal visitante, mantendo-o ainda do lado de fora.
No caso de entrega de encomendas:
ü  Avisar o condômino e solicite sua presença na portaria;
ü  Na ausência do condômino, receber e guardar para, posteriormente, ser retirado por um morador ou entregue por um funcionário;
ü  Jamais permita que o entregador leve pessoalmente a encomenda.
Prestadores de serviços:
ü  Avisar o condômino e só abrir a porta mediante autorização do morador.
ü  Depois que entrar, pedir crachá com foto e anotar os dados de seus documentos
ü  Se for prestador de serviço para o condomínio, só abrir a porta depois de autorizado pelo zelador. 
Também deve-se pedir o crachá e anotar os dados.
Nos horários de limpeza e recolhimento de lixo, manter as entradas do edifício fechadas.
Na entrada ou saída de pessoas do condomínio, somente abrir o portão após verificar se não há suspeitos próximos.
Não devem aceitar a guarda de chaves das unidades e dos automóveis dos moradores.
Não comentar sobre a vida pessoal dos condôminos, como horários em que podem ser encontrados e outras informações.
Com a certeza da compreensão,

xxxxxxxxxxxxxxxxxx
Síndico



REFORMAS NAS UNIDADES

Caros moradores,
A ABNT (Associação Brasileira de Normas Técnicas) publicou uma nova norma que diz respeito a todas as edificações brasileiras. A norma 16 280 entra em vigor em 18/04/2014. De acordo com ela:
1.    Toda alteração estrutural dentro das unidades, como quebra de paredes, troca de pisos, instalação de ar-condicionado ou banheiras, envidraçamento de sacadas, etc., deverá ser comunicada e aprovada pelo síndico.
2.    Antes de executar a obra, o morador deve enviar ao síndico uma ART (Anotação de Responsabilidade Técnica) assinada por um engenheiro ou arquiteto explicando detalhadamente o que será feito. 
3.    Alterações simples como pintura, que não mexam na parte estrutural da edificação, devem ser apenas comunicadas ao síndico.
4.    A ideia do novo regramento é preservar a segurança de todos os moradores, além de melhorar a durabilidade e a qualidade da edificação.
Para mais detalhes sobre a nova Norma da ABNT, acesse: http://www.sindiconet.com.br/7174/Informese/Obras-e-Reformas/Norma-ABNT-sobre-obras
Com a certeza da compreensão,



xxxxxxxxxxxxxxx
Síndico




SOBRE NOVOS MORADORES DO CONDOMÍNIO


Caros,


Para garantir que todos possamos viver em harmonia é fundamental que conheçamos as regras e os protocolos que devem ser cumpridos na chegada de novos moradores.  
Por isso, seguem orientações aos recém chegados e aos proprietários do imóvel para garantirmos, acima de tudo, a segurança de todos.  

1 – Caso venda ou alugue seu imóvel no condomínio, comunique a segurança sobre o novo morador e identifique-o, de preferência apresentando-o ao zelador ou chefe da segurança.  
2 – Deixe disponível na portaria no primeiro mês: contrato de locação ou venda ou matrícula do imóvel.
 3 – Os seguintes dados do novo morador devem ser disponibilizados para uso da segurança e administração: Nome completo, CPF, data da mudança, apartamento que irá ocupar, telefones de contato.  
4 – O novo morador deve procurar a administração para preencher uma ficha de cadastro do condomínio, o que facilitará relações burocráticas e administrativas.  
5 – Se você é um novo morador e caso não tenha sido contactado pela administração do condomínio procure o zelador e identifique o síndico para ter as informações necessárias sobre as regras e normas do condomínio.
 Com a certeza da compreensão,

xxxxxxxxxxxxx
Síndico



PREVENÇÃO E AS AÇÕES EM CASO DE INCÊNDIO

Caros moradores,

Devemos sempre estar preparados para situações de emergência. Em um condomínio, essa preparação deve ser ainda mais especial, já que envolve a vida de muitas pessoas que moram no mesmo lugar.

Para que todos tenham as informações mínimas quanto à prevenção e saibam como agir corretamente em caso de incêndio, seguem alguns pontos fundamentais:

1 – Em caso de incêndio, ligue imediatamente para o Corpo de Bombeiros no número 193.
2 – Evite a sobrecarga de energia em uma única tomada ao usar "T"s ou "benjamins.
3 – Mantenha as crianças longe de isqueiros, papéis ou outros objetos que possam provocar fogo. Tome cuidado especial ao acender velas, mantendo-as sempre distantes das cortinas.
4 – Lembre-se de desligar o registro de gás ao deixar o apartamento. Não deixe ligados ferros elétricos, ventiladores, aquecedores ou outros aparelhos que produzam calor, se não houver ninguém em casa.
5 – Não acumule lixo junto à fiação elétrica, evite fumar na cama e jogar cigarros acesos nas lixeiras.
6 – Evite manter estoques grandes de materiais inflamáveis em casa, como álcool e solventes.
7 – Incentive a criação e candidate-se para a brigada de incêndio do condomínio. A equipe fica responsável por orientar em caso de emergência e de verificar os equipamentos do condomínio.
8 – Em caso de incêndio não utilize os elevadores, somente as escadas de emergência.

9 – Se não for possível abandonar o prédio pelas escadas de emergência, permaneça no local aguardando a chegada do Corpo de Bombeiros.
10 – Em caso de incêndio, saia do apartamento e não leve consigo qualquer objeto ou bem. Eles podem dificultar a movimentação dos moradores para fora do prédio.Com a certeza da compreensão,



xxxxxxxxxxxxxxxxxxx
Síndico



NOTIFICAÇÃO PRESTAÇÃO DE SERVIÇO EM DESACORDO

Nome da empresa: _____________________________
Sr (a). ______________________________, (responsável pelo serviço da empresa)

            A administração do condomínio ____________________ gostaria de salientar que os serviços devidamente contratados listados abaixo não estão sendo realizados de forma satisfatória. Conforme combinado e firmando em contrado no dia ¬___/_____/______ com a empresa que o senhor representa, os seguintes serviços tem apresentado tais deficiências: 
-
-
-
-
-
Em função disso, solicitamos em caráter de urgência uma resposta por parte da sua empresa e um prazo de adequação para que os serviços sejam restabelecidos com a qualidade que foram determinadas em contrato. Caso isso não ocorra, teremos que rescindir o contrato e tomar as devidas providências cabíveis que a lei nos permite para sanar os prejuízos.

Com a certeza da compreensão,



xxxxxxxxxxxxxxxx
Síndico
Data: _____/______/______.  





CUIDADOS EM TEMPOS DE MUITA CHUVA
 Caros Moradores,
 A temporada de chuvas chegou. Junto com tanta água, surgem os mais variados problemas para todos nós.
 São cuidados com a saúde de nossa família e dos condôminos, com as unidades, com as regras de segurança e com crianças.
 Para garantir que as chuvas caiam, mas não tragam problemas que podem ser evitados, seguem algumas dicas, informações e lembretes de como se prevenir.
1. Depois da chuva, verifique se não há água parada em locais como vasos, brinquedos e locais onde ela pode se acumular.
 2. Em períodos como o que estamos vivendo agora, de instabilidade do tempo e muitas chuvas, não deixe as janelas e vidros do apartamento abertas durante o dia quando não estiver em casa.
3. Quedas de energia são mais prováveis durante a chuva. Esteja preparado: tenha velas, lanternas ou luzes de emergência em casa. Cuidado no uso de velas devido ao risco de incêndio. Se ficar preso no elevador, aguarde calmamente o resgate.
 4. Oriente seus filhos para que não brinquem em áreas molhadas ou durante chuvas nas áreas comuns do condomínio.
 5. Fique atento para que você não crie ambientes propícios para a propagação de larvas do mosquito da Dengue. Uma solução rápida e prática é colocar areia nos pratos que ficam embaixo dos vasos.
6. É proibido que animais de estimação façam suas necessidades em áreas do condomínio, mesmo em dias de chuva
 7. Vazamentos e infiltrações são mais comuns essa época. Caso perceba alguma modificação nas instalações, comunique à administração.
8. Obras em dias de chuva não funcionam, por isso, seja mais paciente e compreensivo caso alguns reparos ou grandes obras tenham que ser atrasados por conta das chuvas.
Com a certeza da compreensão,
xxxxxxxxxxxxxxxx
Síndico


NOTA DE FALECIMENTO



Prezados moradores,



É com extremo pesar que comunicamos o falecimento do(a) morador(a) __________________________________, da unidade _______.

Deixamos com a família nosso sentimento de solidariedade e pêsames.

O velório e enterro serão realizados no seguinte endereço: _______________

Com a certeza da compreensão,



xxxxxxxxxxxxx
Síndico

0 comentários:

Postar um comentário

ABRASSP - Associação Brasileira de Síndicos e Síndicos Profissionais